O Mundo Original




White Noise (2005)


E-mail this post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Ontem, na loucura das loucuras, vi um filme. Este filme
Eu acho, não tenho a certeza, mas também não me interessa muito, ainda não foi lançado cá em Portugal, mas... Vamos lá então ver o que se passa. O filme não me atraiu assim muito. Terror psicológico do género, não estamos sozinhos, está sempre algo e alguém muito acima de nós que nos controla... Não é o meu filme ideal, mas tenho a certeza que muita gente gosta. Michael Keaton, sempre em boa forma, com uma boa interpretação. O mote do filme é baseado no facto de alguém interpretar o White Noise (que é o barulhinho que ouvimos quando tocamos uma k7 em branco) tal como a estática da televisão, ou granulado, ou os pontinhos todos malucos. Eles dizem que conseguem lá ver vultos e que esses vultos são os mortos a tentar comunicar connosco. Epá, vocês podem ver o filme e depois explicam-me o sentido de isso tudo, ok? Quem chegou a ler este post até este ponto e mesmo assim queira ir ver o filme, sofre de dois de quatro sintomas: Não acredita em nada do que eu digo; Gosta mesmo de filmes de terror psicológico; Tem juizo e poupa 4€; Pede-me o filme emprestado. Escolham...


0 Responses to “White Noise (2005)”

    Links para esta posta:

    Criar uma hiperligação

Comentar


mundooriginal@gmail.com

Previous posts

A Arca do Tempo

Links


ATOM 0.3

Visitantes:

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Get Firefox!

Bug Me Not!